Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Posts marcados ‘vontades’

Você é o meu amor

Neste novo ano que se inicia, eu irei continuar te amando.

Continuar te desejando.

Continuar sendo sua nos nossos poucos momentos juntos.

E sabe por quê?

Porque o meu coração já não é mais meu.

Ele agora é seu.

A minha alma é sua.

Meu corpo é seu.

Meu pensamento, meus desejos e minhas vontades.

É tudo seu.

Você é minha metade.

Melhor dizendo… Você é o meu inteiro.

Você é o meu AMOR!

Que sentimentro é esse?

Que sentimento é esse que me invade?

Que sentimento é esse que toma conta de mim?

Manda em meus pensamentos

Manda nas minhas vontades

Aperta o meu peito

Levita a minha alma

Segura as minhas mãos

Que sentimento é esse que vicia?

Quanto mais eu falo contigo

Mais me dá vontade de falar

Quanto mais ficamos juntos

Mais dá vontade de ficar

E se percebo a sua ausência

Logo uma saudade louca me invade

Uma vontade toma conta de mim

Vontade de você

Dia após dia

Esse sentimento cresce e vicia

Me entorpece e me enlouquece

 

Ano novo

ano

Ano novo!

Vida nova!

Novas promessas

Novos desejos

Novas vontades

Novos amores

Tudo de novo!

Um novo ciclo se inicia

Uma nova vida recomeça

Novos acontecimentos

Novos sentimentos

Novos pensamentos

Tudo novo?

De novo!

Não tem como ser diferente

E nem pode

Pra quê?

Só recorrente, incidente e insistente.

Um homem e uma mulher

images

Um homem e uma mulher.

Os mesmos desejos

As mesmas vontades

Os mesmos sonhos

Química pura.

Fogo puro.

Puro incêndio.

Um momento de êxtase total

Um momento de entrega total

Um momento em que o tempo parou.

O relógio parou.

O mundo parou.

Um momento para celebrar a vida.

Um momento para celebrar a paixão.

Um momento para se eternizar em seus pensamentos.

Um momento para se eternizar em suas almas e em seus corações.

Mudança

mudanca

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o Mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.

 

 

Por Luís Vaz de Camões

Nuvem de tags