Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Posts marcados ‘ternura’

14

 

“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos

Resta-nos um último recurso: não fazer mais nada.

Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou

a ternura que havíamos solicitado

Melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.

Não fazer esforços inúteis,

Pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição.

Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;

Outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés.

Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito,

Quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado,

Resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos

Quem melhor nos quer.”

 

* por Clarice Lispector

Canção Grata

more

Por tudo o que me deste
inquietação e cuidado
um pouco de ternura
é certo mas tão pouca
Noites de insônia
Pelas ruas como louca
Obrigada, obrigada!

Por aquela tão doce
e tão breve ilusão.
Embora nunca mais
Depois de que a vi desfeita
Eu volte a ser quem fui
Sem ironia aceita
A minha gratidão.

Que bem que me faz agora
o mal que me fizeste
Mais forte e mais serena
E livre e descuidada
Sem ironia amor obrigada!
Obrigada por tudo o que me deste!

Por aquela tão doce
e tão breve ilusão.
Embora nunca mais
Depois de que a vi desfeita
Eu volte a ser quem fui
Sem ironia aceita
A minha gratidão.

Por Carlos Queirós 

 

* Gratidão por alguém que apareceu em minha vida para me despertar para o amor e para a paixão novamente. Alguém muito especial que ficou gravado em mim. *

Nuvem de tags