Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Posts marcados ‘tempo’

Tenho vontade, mas não posso.

Tenho vontade de me jogar em seus braços e não sair mais

Mas, não posso.

Tenho vontade de sair correndo ao seu encontro sem olhar para trás

Mas, não posso.

Tenho vontade de ser sua, tão somente sua

Mas, não posso.

Assim como tenho vontade que sejas somente meu

Mas, você não pode.

Vontades que me invadem a qualquer dia e a qualquer hora

Mas, tenho que sufocá-las.

Desejo de ter você ao meu lado na hora de ir dormir

Mas, não podemos.

Desejo então sonhar contigo, pois no sonho eu posso tudo

Mas, nem sempre consigo.

E o tempo vai passando…

 

 

 

 

 

Um pensamento

Pensei que você me amava.

Achei que era amor.

Tantas afinidades.

Tanto desejo e tanta vontade.

Uma sensação maravilhosa de bem querer.

Uma vontade de levitar de prazer.

Vontade de você!

Só você!

Mas, talvez eu tenha me enganado.

Talvez, nem era tanto amor assim…

Sim, nos enganos.

Foram só desencontros.

Palavras ao vento.

Palavras que sequer foram ditas.

Palavras que o tempo levou.

Sim, o tempo.

Implacável tempo!

Tempo que não volta!

Reflexão de um final de semana

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo,
 e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares.

 É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

* por Fernando Pessoa

O tempo…

1c

Tanto tempo passou
O mesmo tempo que passou nos afastou
Vidas distinto-Opostas
Esse mesmo tempo nos uniu de novo
Nos deixou frente a frente
Para provar que o desejo ainda é o mesmo
O mesmo cheiro
O mesmo toque
O mesmo olhar
Tudo igualzinho
Parece que o tempo não passou pra nós
Parece que não nos afastamos
No peito o coração acelerado
Na pele o suor brotado
Mãos geladas e macias
Beijo molhado e quente
Palavras soltas
Jogadas ao vento
Sussurradas bem baixinho

 

Viva!

2a

 

Viver é já.

Existir é hoje.

Nenhum tempo além.

Nenhum lugar além.

Se tiver de ser, que seja eternamente agora.

Ou talvez jamais, porque as águas do rio do tempo não voltam e ainda que voltassem não nos encontrariam, pois não seríamos mais os mesmos.

Tudo Flui, dizia Heródoto.

Tudo muda.

A única coisa que permanece é a improcedência…

 

Entrega

sensual

Aquela noite estava reservada para nós dois.

Ela foi escrita e editada com riqueza de detalhes.

Uma alquimia pairava no ar.

Pura magia.

Dois corpos sedentos de desejos.

Dois corpos entregues a volúpia a ao prazer

Sensações inexplicáveis e indescritíveis

Fomos arrebatados

Fomos envolvidos

Fomos laçados

Um ao outro

Aquilo que aconteceu não foi simplesmente uma conjunção carnal.

Não, não foi.

Foi muito mais que isso.

Foi uma conjunção de almas, de vontades, de corações e de sentimentos.

A mais absoluta entrega.

Levitamos de prazer.

Levitamos de satisfação

Sensações que o tempo jamais conseguirá apagar.

Um homem e uma mulher

images

Um homem e uma mulher.

Os mesmos desejos

As mesmas vontades

Os mesmos sonhos

Química pura.

Fogo puro.

Puro incêndio.

Um momento de êxtase total

Um momento de entrega total

Um momento em que o tempo parou.

O relógio parou.

O mundo parou.

Um momento para celebrar a vida.

Um momento para celebrar a paixão.

Um momento para se eternizar em seus pensamentos.

Um momento para se eternizar em suas almas e em seus corações.

Nuvem de tags