Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Posts marcados ‘caminho’

Pra você

Eu sempre me recusei a desistir de procurar

Eu sempre me recusei a aceitar um NÃO como resposta

Não pra mim, não era o fim

Era apenas uma curva no meio do caminho

Jamais desisti!

Jamais desisti de mim

Jamais desisti da minha busca

E hoje eu sei o por quê

Porque se eu tivesse desistido

Jamais conheceria você

Nossos caminhos se cruzaram

Nossa vida se encontrou

Empatia desde o primeiro momento

Como diz você: – Simplesmente flui!

Você me faz muito bem

E sei que eu também a você

Não sei o que nos reserva o destino… A vida…

Mais até aqui, já valeu muito apena te conhecer

Obrigada pelo carinho de sempre

Obrigada pela atenção diária

Pelo cuidado

Pela sensibilidade

Enfim… Obrigada por tudo

Anúncios

14

 

“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos

Resta-nos um último recurso: não fazer mais nada.

Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou

a ternura que havíamos solicitado

Melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.

Não fazer esforços inúteis,

Pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição.

Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;

Outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés.

Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito,

Quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado,

Resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos

Quem melhor nos quer.”

 

* por Clarice Lispector

Momento de reflexão ou crise existencial?

mo

 

O que há de errado?
Quando achamos que estamos no caminho certo… Nos perdemos
Quando achamos que temos as respostas… Vem a vida e muda as perguntas
É sempre uma surpresa a vida
É sempre um desafio
Continuar seguindo em frente?
Ou dobrar pelo atalho mais próximo?
Será que ambos terão o mesmo destino?
Como saber?
Como entender?
Será mesmo necessário entender?
Ou fazer como Zeca Pagodinho: “deixar a vida me levar”
Muitas perguntas

Poucas respostas
Ao certo somente a certeza de que devemos continuar seguindo
Devemos continuar perguntando, errando, acertando,duvidando, reclamando, refletindo e gerundiando hehehe


Momento de reflexão ou crise existencial?

A felicidade pode demorar

felic

 

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer
senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.
Às vezes nos falta esperança.

 Às vezes o amor nos machuca profundamente,
e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar,
tanto quanto precisamos respirar… É nossa razão de existir.
Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.
Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração
pela falta de uma única pessoa.
Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver,
até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol,
a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto.
É a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança,
te traíram sem qualquer piedade.
Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.
Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram…
Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.
E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.
Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.
Manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que
quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra.
Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa
te deixar, então nada irá lhe restar.
Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento,
manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.
Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda
mais intenso, do que teria sido no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário.
Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.
A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.
A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem…

 

 

Por Luiz Fernando Veríssimo

Meu príncipe

principe

 

Estou aqui, sonhando acordada

Sonhando que meu príncipe encantado está a caminho

Ele vem galopando em seu cavalo puro sangue

Seguindo o som da minha voz

Atendendo ao meu chamado

Lá vem ele

Consigo vê-lo de longe

Fico perplexa com sua postura e sua beleza

Ele se aproxima sem dar uma só palavra

Fixa seus olhos nos meus

E num rompante, me toma em seus braços

Me beija

Me beija e …

Me beija.

Numa sensação inexplicável…

Nos abraçamos

Nos tocamos

Nos sentimos

E novamente, sem dar uma só palavra

Ele sobe em seu belo cavalo

Fixa seus olhos nos meus

E vai se afastando bem devagar

Voltando para o lugar de onde veio

Veio apenas para eu saber que ele existe sim e que ele irá voltar sempre que eu assim o desejar.

 

Desabafo

Nossa…

Sabe quando parece que está tudo errado?

Tudo fora do lugar?

Coisas que eu queria conquistar e eu não consegui.

Talvez por incompetência minha mesmo ou talvez por obra do destino.

O fato é que hoje eu olho para traz e vejo um longo caminho percorrido, vejo uma longa estrada sem obras e vazia.

É como se eu estivesse perdida em algum lugar e caminhando sem rumo.

Não me reconheço.

Não me acho.

Por diversas vezes tenho tentado recomeçar, assim como tantas outras a vontade de desistir toma conta de mim.

Ainda olho para frente e vejo outro longo caminho a percorrer, mais nem sei se ainda quero ou se ainda devo percorrer.

Melhor dizendo, nem sei onde vou chegar.

O desânimo tem me assombrado.

Tem sido frustrante.

Às vezes quero gritar e não consigo.

Não tenho forças.

Tenho brincado de faz de conta que está tudo bem.

Mas não está.

Não vejo saída nesta rua.

Não sei aonde vou chegar.

Só sei que assim não quero e não posso mais ficar.

Algo tem que acontecer.

Eu tenho que fazer acontecer.

Mais não sei por onde começar.

Nuvem de tags