Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Posts marcados ‘ama’

Por que o amor é tão complicado?

12

Troço complicado esse negócio de amor viu

Você ama alguém sem que nem pra quê

Alguém também te ama sem que nem pra quê

Apenas ama

Apenas quer

Apenas deseja

Mais você, não ama aquele alguém que te ama

E aquele alguém que você ama, também não te ama

Aí, amamos em vão

Amamos no vazio

Amamos sem sermos correspondidos

Complicado demais!

Aí dizem assim:  – Então não era amor

Se fosse amor, seria recíproco

A é, e por que não?

Por que não é amor?

Não existe amor não correspondido?

Desde quando?

Claro que existe

E é o que mais existe

O simples fato da pessoa que você ama estar ao seu lado

Não significa que ela também te ama

E vice-versa

Por isso digo que é complicado demais

Vivemos para amar

Adoecemos e morremos pelo amor

Simples seria se toda vez que você amasse alguém

Esse alguém também te amasse

Da mesma forma e na mesma intensidade

Mais não é simples assim

É bastante complicado

Muito complicado

E continuamos amando da maneira complicada

Pelo simples fato de que queremos amar

E queremos ser amados

Sempre…

Anúncios

14

 

“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos

Resta-nos um último recurso: não fazer mais nada.

Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou

a ternura que havíamos solicitado

Melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.

Não fazer esforços inúteis,

Pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição.

Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;

Outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés.

Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito,

Quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado,

Resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos

Quem melhor nos quer.”

 

* por Clarice Lispector

Nuvem de tags