Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Arquivo para a categoria ‘Poemas/Poesias’

Que seja…

Se for para esquentar, que seja o sol;
Se for para enganar, que seja o estômago;
Se for para chorar, que seja de alegria;
Se for para mentir, que seja a idade;
Se for para roubar,que se roube um beijo;
Se for para perder,que seja o medo;
Se for para cair,que seja na gandaia;
Se existir guerra, que seja de travesseiros;
Se existir fome,que seja de amor;
Se for para ser feliz, que seja o tempo todo!!

 

*autor desconhecido

Quero te amar

Quero te amar, te amar completamente.

Quero que me ames, que me ames profundamente.

Quero suas mãos macias a me acariciar.

Quero eu tocar a sua pele, e assim te desejar.

Quero teu beijo quente, tocando meus lábios.

Quero eu beijar a sua boca e sentir esse beijo molhado.

Quero o teu olhar, penetrando no meu olhar.

E ter a sensação de sentir as ondas do mar.

Quero um abraço que me envolva nesse amor.

Quero te abraçar e sentir esse calor.

Quero te ouvir sussurrar em meu ouvido.

Palavras que só você sabe dizer.

E que mexe comigo…

Quero ter você na minha vida.

Para alimentar essa paixão.

Quero te dar todo o meu carinho.

E bem de mansinho aquietar o meu coração…

 

*por Celi Luzzi

Metade

Eu perco o chão
Eu não acho as palavras
Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego ao fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim
Eu perco as chaves de casa
Eu perco o freio
Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será que você está agora?

 

*por Adriana Calcachotto

O amor…

 

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração para de funcionar 
por alguns segundos, preste atenção. Pode ser a pessoa mais importante

da sua vida. 

Se os olhares se cruzarem e neste momento houver o mesmo brilho intenso 
entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde

o dia em que nasceu. 

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante e os olhos 
encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês. 

Se o primeiro e o último pensamento do dia for essa pessoa, se a vontade de 
ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça porque Deus te mandou

 um presente divino: o amor.

Se um dia tiver que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca 
receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais 
que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro. 

Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a 
outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las 
com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer 
momento de sua vida. 

Se você conseguir em pensamento sentir o cheiro da pessoa como se ela 
estivesse ali do seu lado… Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, 
mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos 
emaranhados… 

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que 
está marcado para a noite… Se você não consegue imaginar, de maneira 
nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado…

Se você tiver a certeza que vai ver a pessoa envelhecendo e, mesmo assim, 
tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela… Se você preferir 
morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou em sua vida.

É uma dádiva. 

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou 
encontram um amor verdadeiro. Ou às vezes encontram e por não prestarem 
atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer 
verdadeiramente. 

É o livre-arbítrio. Por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as 
loucuras do dia a dia o deixem cego para a melhor coisa da vida:

o amor.

 

* por: Carlos Drummond de Andrade

 

Hoje

Hoje me deu vontade de escrever

Escrever não sei o quê

Mas, pra você

Hoje me deu vontade de te abraçar

De me perder em teus braços

De me envolver em abraços

Hoje me deu uma grande saudade

Uma enorme vontade

De me fundir em você

Hoje me deu um imenso desejo

De te amar

De me soltar

Hoje eu queria você

Queria viver somente com você

Pra você…

 

* por Lucas Salles

Os dois pensamentos

Dois horizonte fecham nossa vida:

Um horizonte, – a saudade
Do que não há de voltar;
Outro horizonte, – a esperança
Dos tempos que hão de chegar;
No presente, – sempre escuro, –
Vive a alma ambiciosa
Na ilusão voluptuosa
Do passado e do futuro.

Os doces brincos da infância
Sob as asas maternais,
O vôo das andorinhas,
A onda viva e os rosais.
O gozo do amor, sonhado
Num olhar profundo e ardente,
Tal é na hora presente
O horizonte do passado.

Ou ambição de grandeza
Que no espírito calou,
Desejo de amor sincero
Que o coração não gozou;
Ou um viver calmo e puro
À alma convalescente,
Tal é na hora presente
O horizonte do futuro.

No breve correr dos dias
Sob o azul do céu, – tais são
Limites no mar da vida:
Saudade ou aspiração;
Ao nosso espírito ardente,
Na avidez do bem sonhado,
Nunca o presente é passado,
Nunca o futuro é presente.

Que cismas, homem? – Perdido
No mar das recordações,
Escuto um eco sentido
Das passadas ilusões.
Que buscas, homem? – Procuro,
Através da imensidade,
Ler a doce realidade
Das ilusões do futuro.

Dois horizontes fecham nossa vida.

* por Machado de Assis

 

14

 

“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos

Resta-nos um último recurso: não fazer mais nada.

Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou

a ternura que havíamos solicitado

Melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.

Não fazer esforços inúteis,

Pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição.

Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;

Outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés.

Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito,

Quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado,

Resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer.

Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos

Quem melhor nos quer.”

 

* por Clarice Lispector

Nuvem de tags