Falando sobre amor, paixão, encontros e desencontros…

Arquivo para fevereiro, 2010

Sozinha

Sinto-me sozinha… Muito sozinha…

Sozinha num mar de inquietude e solidão

Sozinha com meus pensamentos

Sozinha com meus desejos

Sozinha e incompreendida

Sinto que falta alguma coisa

Sinto que falta alguém

Alguém de verdade

Alguém de concreto em minha vida

Não sei viver no ímpar

Difícil ter alguém somente por alguns momentos

Mesmo que estes sejam os melhores

Difícil amar de longe

Hoje…

A tristeza tomou conta dos meus pensamentos.

Anúncios

Calmaria x Agitação

Ah o amor!

Ah a paixão!

A calmaria precisa de agitação.

E a agitação precisa de calmaria.

Um não vive sem o outro.

Eu não vivo sem um ou outro.

Não suporto quando as coisas estão nos seus devidos lugares.

Dá vontade de bagunçar tudo de novo.

Tirar tudo do lugar, só pra ter o trabalho de colocar de volta.

É bom saber que está tudo certinho, mas cansa

ver as coisas no mesmo lugar de sempre.

Me pergunto: – E se por ventura algo ficar fora do seu lugar?

Eu respondo: – Então, é porque aquele não era o local adequado

 

 

Muleta

Às Vezes construímos sonhos em cima de grandes pessoas…

O tempo passa…

E descobrimos que grandes mesmo eram os sonhos e as pessoas pequenas demais para torná-los reais!

(Bob Marley)

 

À vezes depositamos muitas expectativas em algo ou alguém

E às vezes, nos frustramos ou nos decepcionamos

Ás vezes colocamos a nossa vida nas mãos de alguém e esperamos que esse alguém possa direcioná-la para nós

Mas como? Se nós mesmos não conseguimos direcioná-la…

Penso que às vezes, usamos o outro como uma muleta para nos apoiar

Apoiar nos momentos de carência afetiva, sexual, financeiro, dentro outros.

Só que quando esse apoio não é mais suficiente

Quando esse apoio não suporta mais nosso peso

O que fazer? Encostar em outra muleta?

Soltar a muleta e sair mancando?

Cair? Não andar mais?

O que fazer?

 

O passado não volta! O futuro, talvez nunca chegue… Amanhã, pode ser tarde demais…

Um doce descontrole

Como é bom ter você ao meu lado

Ficar juntinho e agarradinho

Sentir seu cheiro, seus beijos e seus toques

Enxergar o verde e o azul dos teus olhos

Sentir que naquele momento eu sou amada

Como é bom fazer amor com você

Sentir você dentro de mim… Se fundindo

Formando uma só carne e um só corpo

Como é doce o nosso descontrole

Realmente nos entregamos ali

Ali, nada mais importa

Só eu e você

Nuvem de tags